MJ quer que CFJJ disponibilize formação em tétum

Germenino Ximenes - Justiça
Reportajen : Beatriz Belo
Editor : Germenino Soares
  • Share
Paulo Manuel da Silva Remédios

Díli (timorpost.com) – O Ministério da Justiça (MJ) pretende que o Centro de Formação Jurídica e Judiciária (CFJJ) passe a dar formação em tétum em vez de português, pelo que planeia mudar o currículo da entidade.

O motivo, segundo o Vice-Ministro para o Fortalecimento Institucional, Paulo Manuel da Silva Remédios, prende-se com o facto de os formandos terem mais o domínio do tétum do que da língua portuguesa, acreditando que a mudança pode facilitar a compreensão dos termos jurídicos.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“Queremos facilitar a aprendizagem dos timorenses, sobretudo aqueles que estão a preparar-se para serem juízes, defensores e procuradores”, disse o governante esta quinta-feira (09/11).

Paulo Remédios referiu que a adoção do português no currículo do CFJJ prejudica os formandos que não têm um bom domínio do idioma, afetando posteriormente a sua vida profissional.

 “[Quando forem juízes] não vão poder decidir sentenças, porque não aprendem o suficiente e os assessores é que vão fazê-lo no lugar deles em português”, concluiu.

 543 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “MJ quer que CFJJ disponibilize formação em tétum” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: