PDHJ condena notificações de entidades do Estado aos jornalistas

Germenino Ximenes - Nacional
Reportajen : Beatriz Belo
Editor : Equipa do CLJ
  • Share
Virgílio da Silva Guterres ‘Lamukan’

Díli (timorpost.com) O Provedor dos Direitos Humanos e Justiça, Virgílio Guterres, condenou os atos de entidades do Estado que notificam frequentemente os jornalistas para responderem a inquéritos sobre os produtos jornalísticos.

Virgílio Guterres afirmou que as notificações das autoridades estatais violam os direitos humanos, bem como a liberdade de imprensa e expressão no país.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“Como ex-Presidente do Conselho de Imprensa e Provedor dos Direitos Humanos tenho o dever de proteger os direitos humanos, pelo que lamento as notificações das entidades do Estado aos jornalistas”, disse Virgílio Guterres ao Timor Post.

O provedor salientou ainda que as atividades jornalísticas não são crimes, apelando, por isso, às entidades do Estado, sobretudo o Ministério Público, que utilizem a Lei da Comunicação Social para processar as falhas nas publicações dos jornalistas sem as criminalizar.

Recorde-se que a Polícia Científica de Investigação Criminal (PCIC) notificou, recentemente, o Chefe de Redação do Jornal Independente, Jorgino dos Santos, para prestar declarações sobre a notícia ligada às buscas da PCIC à residência do ex-Ministro do Interior Longuinhos Monteiro em Loes, publicada no dia 10 de fevereiro de 2023.

 369 total views,  6 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “PDHJ condena notificações de entidades do Estad…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: