ADTL pede criação de um conselho independente para assuntos de inclusão ao novo Governo

Augusto Sarmento - Justiça · Politica
Reportajen : Gilberto dos Santos
Editor : Germenino Soares
  • Share
Cesário da Silva

Díli (timorpost.com) – A Associação das Pessoas com Deficiência de Timor-Leste (ADTL) pediu ao novo Governo que criasse um conselho independente para tratar dos assuntos dos direitos das pessoas com deficiência em Timor-Leste.

O diretor-executivo da ADTL, Cesário da Silva, apelou, por isso, ao novo Executivo que desse atenção aos problemas de inclusão no país, sobretudo à criação de espaços de acesso fácil às pessoas com deficiência.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“Todas as construções das infraestruturas, quer do Estado quer do privado, devem garantir o acesso das pessoas com limitações físicas”, disse Cesário da Silva ao Timor Post.

O dirigente da ADTL espera que sejam incluídos no novo Governo representantes das pessoas com deficiência para participarem diretamente no processo de desenvolvimento do país, de modo a que “não se deixe ninguém para trás”.

“Apesar de termos ideologias e visões diferentes, queremos que o próximo Governo seja inclusivo, que englobe todas as camadas da sociedade timorense”, referiu.

Na mesma linha, a porta-voz das pessoas com deficiência, Jacinta Freitas, pediu ao novo Executivo que colocasse na sua agenda política os assuntos relativos à inclusão em Timor-Leste.

“Queria dar os meus parabéns aos timorenses que participaram nestas últimas eleições. Espero que o novo Governo leve Timor-Leste a um futuro próspero, seguro e sensível às pessoas com deficiência”, declarou.

 588 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “ADTL pede criação de um conselho independente p…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: