Governo pretende construir mais de três mil casas do UNP neste ano

Augusto Sarmento - Economia
  • Share

DÍLI – O Programa Nacional de Desenvolvimento dos Sucos (PNDS) do Ministério da Administração Estatal (MAE) destacou que o Governo pretende construir 3.700 habitações do Uma Naroman ba Povo (UNP) no território nacional neste ano.

A secretária-executiva da tutela, Claudina Soares Pinto, falava, no passado domingo (12/03), ao diário Timor Post, em Golgota, Díli.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“O VIII Governo Constitucional planeia continuar a obra da construção de casas do UNP em 2023 e, antes da conclusão do seu mandato, serão já entregues, ao todo, mais de 10 mil casas aos beneficiários”, disse Claudina Pinto.

Adiantou que a equipa do PNDS continua a envidar esforços em todos os cantos do país a fim de identificar os cidadãos que preenchem os requisitos de obtenção das habitações a serem disponibilizadas pelo Estado.

“Construímos já um total de 1.254 casas em 2021 e cinco mil em 2022 com o Orçamento Geral do Estado [OGE]. A maioria já foi entregue e outras estão ainda em construção. O programa tem por objetivo libertar o nosso povo da pobreza”, referiu a responsável.

Acrescentou, por último, que os cidadãos que precisam de uma habitação digna são o alvo deste programa, sem distinção, conforme previsto na Constituição da República Democrática de Timor-Leste (CRDTL).

Recorde-se que o UNP é um programa do Governo que visa a construção de casas, que são entregues, de forma gratuita, aos cidadãos considerados pobres e sem capacidade ou meios para edificarem as suas próprias casas.

 

 402 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Governo pretende construir mais de três mil cas…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: