Japão e PARCIC querem empoderar mulheres para melhorar nutrição

Timor Post - Dili · Economia · Internacional
Reportajen : Ermelinda caet
Editor : Equipa CLJ
  • Share
Embaixador do Japão em Timor-Leste Tetsuya Kimura e O Presidente da República Democrática de Timor-Leste, Dr. José Ramos-Horta

Díli – A Embaixada do Japão em Timor-Leste e a PARC Interpeoples’ Cooperation (PARCIC) pretendem empoderar as mulheres, elevando os seus rendimentos para melhorar a situação económica, da educação e da saúde das famílias rurais.

As informações foram avançadas aos jornalistas pelo embaixador Tetsuya Kimura, após o lançamento da segunda fase do projeto sobre a melhoria do estado de nutrição das crianças, através do aumento do rendimento das mães, na segunda-feira (25/03/2024), em Kampung Alor.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“O Governo do Japão dá importância ao programa de apoio à comunidade local, principalmente no reforço da economia, da educação e da saúde das mulheres e das crianças no país, através da promoção do rendimento das mulheres. Queremos que as mulheres obtenham um bom rendimento para terem acesso a comida nutritiva. A PARCIC e o Japão trabalham juntos há dez anos. Vamos promover a floricultura junto das mulheres, como fonte de rendimento para terem alimentos nutritivos”, disse.

A iniciativa, que está a ser implementada nos municípios de Aileu e Ainaro, teve início em 2023, altura em que foram criados os grupos de mulheres que se dedicam à floricultura. Nesta segunda fase, vai ser desenvolvida uma rede de distribuição de flores no país e será estabelecido um centro para facilitar o acesso a flores frescas por parte das lojas.
O embaixador garantiu ainda que irá manter o investimento nestes grupos de mulheres para desenvolver o setor da floricultura no país.

“A floricultura em Aileu e Ainaro já tem bons resultados, o Presidente da República ficou impressionado. Espero que a produção e a venda de flores frescas possam melhorar a situação económica das mulheres em Timor-Leste”, afirmou. Acrescentou que o montante apoiado pelo Japão neste projeto é de 72 mil dólares americanos.

A Diretora da PARCIC, Junko Ito, confirmou, por sua vez, as declarações do Embaixador do Japão.

“Iniciámos o projeto em março de 2023. O objetivo é formar grupos de mães com vista a melhorar a sua situação de saúde, com destaque para a nutrição das mulheres e das crianças em Aileu e Ainaro. O projeto tem a duração de três anos. Estamos no segundo ano, com um valor de 345 mil dólares americanos destinado ao desenvolvimento da rede de distribuição de flores frescas no mercado”, explicou.

A diretora referiu ainda que tem havido desorganização na distribuição de flores frescas locais em Díli. “Cada um vende como quer, o que dificulta o acesso ao produto por parte das lojas para responder aos pedidos de urgência dos seus clientes”.

“Vamos criar um centro de distribuição de flores frescas em Díli”, assegurou.

 849 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Japão e PARCIC querem empoderar mulheres para m…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: