Centro de Saúde de Turiscai pede mais profissionais de saúde

Germenino Ximenes - Manufahi · Saúde
Reportajen : Estagiada Ermelinda Caet
Editor : Germenino Soares
  • Share
João Martins Faria

Manufahi (timorpost.com) – O Chefe do Centro de Saúde de Turiscai (CST), em Manufahi, João Martins Faria, pediu ao Ministério da Saúde (MS) que envie mais profissionais de saúde para fazer face ao número da população da zona.

“O número de recursos humanos nesta unidade de saúde é insuficiente para responder ao número da população de Turiscai. Apelamos, por isso, ao Ministério da Saúde para ter em consideração este assunto”, afirmou o responsável ao Timor Post, esta quarta-feira (29/11), no seu local de trabalho, em Turiscai.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


Recorda ainda que o Posto Administrativo de Turiscai possui 11 sucos e 40 aldeias, o que, para o responsável, faz com que os profissionais de saúde não consigam cobrir todos os locais num só dia.

“O Centro de Saúde de Turiscai tem três médicos, nove enfermeiros e seis parteiras, além de 37 trabalhadores de saúde que trabalham nos três postos de saúde de Turiscai”, contou.

Respondendo à questão, a Ministra da Saúde, Élia Amaral, assegurou que vai resolver o problema.

“O MS previu, no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2024, o recrutamento de novos profissionais de saúde para poder responder à escassez de recursos humanos nas unidades hospitalares”, disse.

Acrescentou, por último, que o Centro de Saúde de Turiscai registou, entre janeiro e outubro deste ano, 8.535 doentes com infeção respiratória, 145 com diarreia e 28 com má nutrição aguda, que foram transferidos para o Hospital de Referência de Maubisse para tratamento médico.

 441 total views,  6 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Centro de Saúde de Turiscai pede mais profissio…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: