Ausência de Comissário da CAC impede investigação aos crimes de corrupção

Germenino Ximenes - Geral · Justiça
Reportajen : Olga Soares
Editor : Equipa do CLJ
  • Share
José de Araújo Verdial

Díli (timorpost.com) – A ausência de Comissário da Comissão Anti-Corrupção (CAC) impede o processo de investigação a 49 casos ligados à corrupção.

O diretor-geral da Investigação da CAC, José de Araújo Verdial, disse que está também na lista dos casos pendentes a construção do navio Haksolok em Portugal.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“A investigação a estes delitos está pendente devido à falta de comissário, uma vez que, segundo o artigo 7.º da Lei n.8º /2009 sobre a CAC, a averiguação dos crimes deve ser feita com base nas orientações do comissário”, disse José de Araújo Verdial ao Timor Post.

O responsável afirmou ainda que a investigação ao caso do navio Haksolok está na fase de conclusão, mas os investigadores estão limitados devido à ausência de dirigente da comissão.

A CAC registou, este ano, 34 denúncias relativas ao crime de corrupção em Timor-Leste.

 600 total views,  6 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Ausência de Comissário da CAC impede investigaç…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: