TLCE pede abertura de inquérito à falsificação de diplomas

Mario da Costa - Educação
Reportajen : José Mauno
Editor : Germenino Ximenes
  • Share
José Monteiro

Díli (timorpost.com) – A Aliança da Educação de Timor-Leste (TLCE, em inglês) pede a abertura de um inquérito por parte do Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) para apurar os factos relativos à suposta falsificação ou contrafação de diplomas.

Em causa está o facto de alguns alunos terem, alegadamente, obtido ilegalmente os diplomas relativos à conclusão do ensino básico.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“O ministério da educação deve investigar o caso que envolve a falsificação de diplomas, porque se trata de um crime contra o Estado”, disse o coordenador da TLCE, José Monteiro, ao Timor Post, no domingo (23/10), via telefone.

O organismo sugere também ao MEJD que faça chegar o caso junto do Ministério Público (MP) para instaurar um inquérito com vista a investigar a falsificação dos diplomas.

Para a TLCE, o ministério da tutela não pode “desvalorizar” a questão, mas antes deve tomar uma posição firme, já que se trata de um crime.

“É preciso que o ministério da educação crie um sistema para evitar a ocorrência do crime de falsificação de documentos, neste caso em particular de diplomas”, apelou.

Uma das medidas, recomenda a aliança, passa por uniformizar os diplomas.

 769 total views,  6 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “TLCE pede abertura de inquérito à falsificação …” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: