Académico da UNTL pede a Governo medidas restritivas da primeira fase do EE

Timor Post - Nacional
  • Share
Foto: Kopia husi Website Diocese de Dili

DÍLI – O académico da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) Víctor Soares pediu ao Governo que mantivesse as medidas restritivas da primeira fase do estado de emergência (EE) por considerar imperioso o cumprimento à risca das normas sanitárias por parte de todos os cidadãos.

“A covid-19 ainda não surgiu em Timor-Leste. Todos os casos ativos foram importados do país vizinho, a Indonésia. O Executivo deve, por isso, manter a aplicação destas regras rigorosas, garantindo, assim, o controlo nas fronteiras terrestres e marítimas, sobretudo nos municípios de Bobonaro, Covalima e no enclave de Oé-Cusse”, disse Víctor Soares ao Timor Post, esta segunda-feira (15/02), no seu local de trabalho.

Pediu, como tal, aos profissionais de saúde da linha da frente, efetivos das Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste, Polícia Nacional de Timor-Leste e jornalistas atenção redobrada e cooperação com os residentes das zonas fronteiriças para impedirem entradas e saídas ilegais.

“Todos os dias, as pessoas entram e saem ilegalmente das fronteiras. O Governo precisa, como tal, de traçar outro plano para evitar certas infrações, nomeadamente das forças de segurança a dispararem sobre elas”, insistiu.

Acrescentou, por último, a necessidade de o Executivo aplicar a cerca sanitária nas zonas fronteiriças, visto que, segundo o académico, existem alguns timorenses que não cooperam com as autoridades de saúde nem de segurança, avisando logo que cheguem os seus familiares ao país. (61L)

 554 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Académico da UNTL pede a Governo medidas restri…” A few seconds ago

  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: