Diminuir riscos de inundações em Díli: MOP e ONG criam lagos de retenção de água nas montanhas

Mario da Costa - Dili
Reportajen : Olga Soare
Editor : Germenino Ximenes
  • Share
Abel Pires

Díli (timorpost.com) – O Ministério das Obras Públicas (MOP) e organizações não governamentais (ONG) locais estão a trabalhar em reduzir os riscos de catástrofes provocadas por inundações em Díli, através da criação dos lagos de retenção de água das chuvas nos Postos Administrativos de Metinaro, Cristo-Rei e Dom Aleixo.

 

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


“Temos de fazer mudanças em relação à prevenção de desastres naturais na capital. Colaboramos com seis ONG locais, com a ajuda da Autoridade Nacional de Água e Saneamento (ANAS. IP), para criarmos um sistema de retenção de água nas montanhas a fim de abrandar o escoamento durante as chuvas para a cidade”, disse o ministro da tutela, Abel Pires, aos jornalistas, esta segunda-feira (15/01), em Colmera.

O projeto de criação dos lagos de retenção atingiu já os 40%, o que pode, provavelmente, segundo o governante, diminuir as consequências nocivas provocadas pelas inundações devido às eventuais fortes chuvas nas montanhas.

Abel Pires sublinhou ainda a necessidade de o Governo melhorar a qualidade das infraestruturas públicas de Díli para que possam resistir ao maior volume de água das chuvas que estragou, nos últimos anos, barragens, estradas, pontes e habitações da comunidade.

“Estão a ser construídos pequenos lagos de retenção nas montanhas. Quando vier a chuva, a água vai encher os lagos, reduzindo então a forte corrente de água que escoa para Díli, além de minimizar os riscos de danos graves causados pelas inundações”, disse.

Já o Presidente da ANAS.IP, Domingos Pinto, reforçou que a cooperação tem como objetivos conservar a água e reduzir riscos de desastres.

“Recorremos a vários métodos para reter a água das chuvas. Criamos os lagos e instalamos pequenas barragens nas ribeiras para evitar a erosão”, salientou.

O dirigente acrescentou que o programa vai ser alargado a outros municípios, principalmente aos que têm maior risco de desastres naturais e com maior potencial de agricultura.

Fazem parte da cooperação as ONG locais Permacultura Timor-Lorosa’e (PERMATIL), Ema Mata Dalan ba Progresu (ETADEP), HTL, Associação Movimento Kablaki – Timor-Leste (AMKTL), Rede Hametin Agrikultura Timor Lorosa’e (HASATIL) e Fundação SIÃO.

 

 996 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Diminuir riscos de inundações em Díli: MOP e ON…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: