Jornalistas timorenses criam primeiro media online exclusivamente em português

Mario da Costa - Geral
Reportajen : Joana Silva
  • Share
Diligente pretende apostar no jornalismo investigativo e é formado por sete jovens timorenses/Foto: Joana Silva (Timor Post)

Díli (timorpost.com) – O Diligente, primeiro órgão de comunicação social online de Timor-Leste que transmite conteúdos informativos em português (um dos idiomas oficiais do país), foi lançado esta sexta-feira (20.01) na Fundação Oriente, em Díli.

O Diligente pretende fazer a diferença nos conteúdos informativos do país, apostando num jornalismo investigativo, crítico e de fácil compreensão. Uma das inovações do website é o “glossário interativo”, em que o significado de uma expressão é revelado ao se passar o cursor por cima da palavra de cor diferente.

ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA


No lançamento, o diretor do Diligente, Eduardo Soares, reforçou que a iniciativa tem a intenção de “ser uma ponte entre a sociedade e a informação, para formar cidadãos mais conscientes sobre que se passa na sociedade timorense”.

O responsável do novo órgão acredita que o Diligente poderá contribuir para a redução de desigualdades, através de uma comunicação construtiva e livre. Dessa forma, reforça o diretor, colabora para uma democracia que respeite o direito de todos. “Queremos que o Diligente esteja atento aos problemas que afetam ao país. Dar voz aqueles que não têm voz”, concluiu.

O jovem é um dos formandos do Consultório da Língua para Jornalistas (CLJ), projeto que visa difundir a Língua Portuguesa em Timor-Leste e contribuir para a produção de conteúdo jornalístico fidedigno no idioma. O CLJ é resultado de uma cooperação entre o Camões I.P. e o Ministério dos Assuntos Parlamentares e da Comunicação Social (MAPCOMS).

“Depois de um ano de formação, nós, sete jovens jornalistas, decidimos criar o Diligente para dar voz aos que não têm voz”, explicou Eduardo.

Presente na solenidade, o secretário de Estado da Comunicação Social (SECOMS), Merício dos Reis “Akara”, disse apreciar o esforço do CLJ, que apoia formações aos timorenses. “Estes jovens do Diligente são produtos do Consultório. Por isso, a cooperação dos governos português e timorense conseguiu obter bons resultados”, observou Merício.

No ponto de vista do secretário de Estado, a Língua Portuguesa está a crescer no ramo da comunicação social através dos conteúdos informativos. “Escrever e ler a língua não materna podem aprofundar o português”, argumentou o secretário.

Já Francisco da Costa, presidente interino do Conselho de Imprensa, pediu ao Diligente que mantenha a independência editorial. “Não se pode deixar influenciar por qualquer poder político. Neste ano haverá muita pressão por parte dos partidos, porque vão acontecer as eleições parlamentares”, salientou.

Por sua vez, Virgílio Guterres, provedor dos Direitos Humanos e Justiça (PDHJ), disse que o lançamento do Diligente corresponde a uma nova “aventura”. “Não basta coragem. Tem de ter muita paciência para aceder a informações e aturar constrangimentos”, comentou.

Virgílio elogiou a postura dos jornalistas do novo órgão ao investirem no jornalismo investigativo, pois há muitos temas delicados em Timor-Leste que precisam ser discutidos, como por exemplo, os casos de abusos sexuais. “Ainda prevalece no país uma cultura patriarcal, que muitas vezes contribui para perpetuar crimes contra as mulheres”, reparou.

Pode-se aceder ao conteúdo do Diligente através do endereço: www.diligenteonline.com

 1,081 total views,  3 views today

Como Você Reage?
Like
Love
Haha
Wow
Sad
Angry
You have reacted on “Jornalistas timorenses criam primeiro media onl…” A few seconds ago
  • Share
ADVERTISEMENT
SCROLL FILA BA NOTISIA

Outras Notícias da Timorpost


Comentários :
Timorpost.com Realmente Aprecio Sua Opinião. Seja Sábio e ético ao Expressar Opiniões. Sua Opinião é de Sua Inteira Responsabilidade de Acordo Com a Lei ITE.

error: